Conheça o HQ nacional de Terror baseado no acidente com o césio-137

Acaba de sair do forno a obra “137”, a mais nova HQ nacional voltada para o universo do terror. Título de estreia do escritor Ronaldo Zaharijs, 137 usa como pano de fundo o maior acidente radioativo já registrado no Brasil, o infame caso ocorrido na cidade de Goiânia no dia 13 de setembro de 1987, quando dois catadores de material reciclável encontraram em um prédio abandonado um aparelho de radioterapia e, inadvertidamente, resolveram abrir o dispositivo para reaproveitar algumas de suas partes e conseguir algum dinheiro com elas.

137-capa

O que eles não sabiam era que dentro daquela máquina se encontrava uma cápsula contendo Césio-137, um metal altamente radioativo, que foi colocado em contato com diversas pessoas após o equipamento ser revendido para o dono de um ferro-velho, também em Goiânia, que – fascinado pela cor azul brilhante da substância – passou a mostra-la para a sua família e para todos os que por ali passaram nos dias que se seguiram, fazendo com que centenas de pessoas fossem atingidas; embora as autoridades locais tenham registrado oficialmente apenas quatro vítimas fatais em decorrência dessa exposição.

Após o ocorrido todo o lixo radioativo resgatado foi transportado para depósitos subterrâneos localizados próximos à pequena cidade de Abadia de Goiás, e é aqui que a história de Zaharijs tem início. Ilustrada por Eduardo Menna e Rodrigo Spiga (capa), 137 se pretende uma sátira aos fatos históricos, porém com o nobre objetivo de não deixar que toda essa verdadeira saga caia no total esquecimento; uma forma de lembrete de que acidentes assim, mais parecidos com estórias saídas de filmes de ficção científica, podem acontecer bem mais próximo das pessoas comuns do que se imagina.

137-arte
317-ronaldo-zaharijs-eduardo-menna-rodrigo-spiga

Ronaldo Zaharijs, Eduardo Menna e Rodrigo Spiga

Na trama, contada em 42 páginas, seis jovens que decidem passar um final de semana em Abadia de Goiás em busca de diversão são surpreendidos por caipiras mutantes radioativos; dali pra frente muitas referências e homenagens a filmes dos anos 80, especialmente, tomarão conta do enredo, que explora as figuras de personagens estereotipados na telona, porém trazendo muito do regionalismo goiano para as suas páginas. Segundo Zaharijs seu trabalho é fortemente inspirado em artistas como o escritor Garth Ennis (de obras como Preacher), além de em filmes como Viagem Maldita e Pânico na Floresta; some-se a isso a influência “tarantinesca” de Spiga (que participa do projeto desde o seu início), e o que se vê neste lançamento é um “filme de terror em forma de quadrinhos”, segundo palavras do seu próprio autor.

Sobre o Autor

Titi Gomez Já estive atendente de vídeo-locadora, ator, educador de uma creche, escritor, barman... Sou chegado em trecos DIY e tattoos... Go Vegan!

Deixe seu comentário