Hannibal a Série: Nada aqui é vegetariano

A intenção de se fazer uma série televisiva baseando seus personagens nos da obra literária que nos apresentou pela primeira vez o canibal mais amado da Literatura e do Cinema parecia bastante audaciosa à princípio, já que a adaptação cinematográfica de Red Dragon (2002) tinha em seu elenco atores como Anthony Hopkins, Edward Norton, Ralph Fiennes e Philip Seymour Hoffman.

hannibal-a-serie-01

E pra quem é fã dos filmes sobre o Dr. Hannibal e ainda não se aventurou pela série, não precisa torcer o nariz para a nova safra de atores que dá vida ao seu universo. Especialmente seus dois principais nomes (Mads Mikkelsen e Hugh Dancy) conseguem levar os seus personagens a níveis antes inatingidos no filme Red Dragon. E isso por mais que estejamos nos referindo a atores do porte dos citados acima.

Outro detalhe que parecia jogar as possibilidades de Hannibal – A Série lá pra baixo era o seu próprio tema geral: um Profiler que trabalha junto a uma equipe forense policial que caça as piores raças de bandidos que possam existir. Mas é justamente nas figuras dos criminosos que paira a maior qualidade da série.

Embora séries semelhantes tenham aparecido às pencas ultimamente na Televisão dos Estados Unidos o que diferencia Hannibal das outras não são os seus personagens que usam distintivos; e não pensem que apenas o Dr. Lecter se enquadra nesse perfil. Há muito mais ali para ser explorado e apreciado.

Sustentando a sua trama na relação do agente Will Graham com o Dr. Hannibal Lecter a série vai, capítulo a capítulo, nos apresentando criminosos das mais variadas cores, que vão sendo costurados à história principal. Ou seja, não se trata simplesmente da perseguição do Dr. Lecter por uma equipe policial especializada. Ela é uma entre várias.

Além de tornar a série mais atrativa esse detalhe impede que ela fique repetitiva e faz com ela permaneça com vigor nos seus três anos de existência. Isso provavelmente seja a grande surpresa para quem assiste a Hannibal já tendo a bagagem de ter assistido aos filmes baseados nos livros do autor Thomas Harris.

Embora Dr. Lecter seja um dos maiores assassinos em série já retratados no Cinema ou na Televisão (para muitos o maior) isso não impediu que os criadores de Hannibal somassem ao seu universo outras tantas figuras emblemáticas e apavorantes; contribuindo para isso a qualidade do elenco escalada para dar vida a esses seres tão bizarros quanto atraentes.

Dedicando um pouco mais de atenção à série podemos inclusive identificar atores a atrizes de séries “vizinhas”, como de Lost, CSI, Millennium, X-Files… Inevitável após esse reconhecimento nos perguntarmos se são apenas os atores/atrizes que foram transportados de outras séries para cá, ou se há indícios de seus personagens anteriores, que se mantém vivos por aqui. Vale a pena o exercício. Parodiando o próprio Dr. Hannibal: Nothing Here is Vegetarian, Bon Appétit.

E pra quem ficou com água na boca são muitas as opções para se assistir a Hannibal no Brasil. Através do canal a cabo AXN, disponível pelo menos nas seis principais empresas de TV do país (Claro, GVT, Net, Oi, Sky e Vivo), podem ser acompanhadas reprises dos seus episódios. Já na Internet através da empresa de TV por demanda Netflix estão disponíveis temporadas completas da série.

Para os mais fanáticos, no canal Youtube da própria AXN estão disponíveis extras bastante interessantes da produção de Hannibal. E box contendo DVDs ou Blu-rays da primeira temporada já foram lançados no país em setembro deste ano. Caixas da segunda temporada, já comercializada nos EUA e Canadá, aguardam lançamento por aqui.

Sobre o Autor

Titi Gomez Já estive atendente de vídeo-locadora, ator, educador de uma creche, escritor, barman... Sou chegado em trecos DIY e tattoos... Go Vegan!

Deixe seu comentário