Retrospectiva Filmes de Terror 2015 – Parte I

O ano de 2015 foi generoso em lançamentos de filmes de Terror ao redor do mundo. Muitos deles vindos tradicionalmente de países como Estados Unidos e Japão. O Pipoca com Sangue vai listar aqui algumas dessas obras para relembrar alguns sucessos e para apresentar ao grande público produções menos conhecidas que valem a pena uma espiada.

retrospectiva-filmes-de-terror-2015-parte-i-01

As opções são diversas. Desde consagrados diretores do gênero, como Hideo Nakata (de O Chamado), Oren Peli (de Atividade Paranormal) e Eli Roth (de O Albergue); passando por estreias de atores na direção de longas, como Joel Edgerton (ator de Exodus), até filmes com a presença de superastros como Keanu Reeves. Sem contar o retorno de franquias como O Grito.

Área 51 (Area 51 – EUA)

Direção: Oren Peli

Três jovens que acreditam que o governo norte-americano esconde evidências de contatos alienígenas na misteriosa instalação militar conhecida como Área 51 resolvem por conta própria “visitar” o local, montando para isso uma verdadeira operação de guerra. O que eles encontram e filmam ali pode confirmar as suas teorias mais assustadoras.

Condado Macabro (Brasil)

Direção: André de Campos Mello e Marcos DeBrito

O palhaço Cangaço, todo ensanguentado, é interrogado por um investigador de uma cidadezinha do interior. Tendo a fama de praticar pequenos crimes pela região, Cangaço teria sido encontrado na cena de uma chacina ocorrida em uma casa onde cinco jovens estavam passando um feriado.

A Entidade 2 (Sinister 2 – EUA/Inglaterra)

Direção: Ciarán Foy

A entidade malévola Bughuul – que sequestra crianças – volta a atacar; desta vez tendo como alvo dois irmãos gêmeos cuja mãe os esconde do pai violento em uma propriedade rural afastada. Detalhes aterrorizantes de como novas crianças são atraídas para a sua coleção são finalmente revelados.

Be My Cat: A Film for Anne (Romênia)

Direção: Adrian Tofei

Adrian, um cineasta romeno, fica obcecado em realizar um filme com a atriz norte-americana Anne Hathaway, após assistir ao desempenho dela como Mulher-Gato em Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge. Para isso ele começa a manipular três atrizes locais de maneira bizarra para convencer Anne a aceitar o seu convite.

Nós Ainda Estamos Aqui (We Are Still Here – EUA)

Direção: Ted Geoghegan

Buscando refúgio em uma antiga residência nos confins da Nova Inglaterra, um casal tenta encontrar a paz depois de perder o seu único filho, que sofrera um acidente de carro. O que eles não sabem é que a casa que compraram acorda a cada trinta anos, exigindo um sacrifício aterrador.

Bata Antes de Entrar (Knock Knock – Chile/EUA)

Direção: Eli Roth

Sozinho em casa depois que a sua mulher e filhos viajam, o dedicado pai de família Evan Webber recebe, em uma noite de tempestade, a estranha visita de duas jovens pedindo ajuda. Dali em diante se inicia um assustador jogo de sedução que culmina em uma mortal brincadeira de esconde-esconde.

Lady Psycho Killer (EUA)

Direção: Nathan Oliver

A caloura Ella, buscando completar a sua primeira tarefa como universitária, descobre acidentalmente possuir um estranho fetiche por sangue, o que a faz iniciar uma escalada de matanças que começa de maneira sedutora, mas que logo descamba para uma carnificina desenfreada.

O Grito: A Maldição Final (Ju-On: The Final Curse – Japão)

Direção: Masayuki Ochiai

A professora Yui está desaparecida. Ela costumava visitar frequentemente um aluno que se recusava a frequentar a escola, Toshio Saeki. Sabendo disso, a sua irmã mais velha – Mai Shono – resolve sair à procura da família de Toshio, o que a coloca em contato com uma estranha maldição, prestes a ter um fim.

O Presente (The Gift – Austrália/EUA)

Direção: Joel Edgerton

Simon está de casa nova com a sua esposa, Robyn, quando reencontra um antigo conhecido que não via há 25 anos. Uma estranha relação entre eles se desenrola quando esse estranho “amigo” começa a lhes dar presentes a todo momento, até que ele revela o real motivo de ter se reaproximado de Simon.

Ghost Theater (Japão)

Direção: Hideo Nakata

Sara é uma jovem atriz prestes a protagonizar uma grande peça de Teatro. Porém logo ela aprende que, devido à maneira como é elevada à posição de principal atriz da sua companhia, representar esse papel não lhe traz vantagem nenhuma, quando alguém – ou algo – ameaça colocar um fim no espetáculo.

Sobre o Autor

Titi Gomez Já estive atendente de vídeo-locadora, ator, educador de uma creche, escritor, barman... Sou chegado em trecos DIY e tattoos... Go Vegan!

Deixe seu comentário