Retrospectiva Filmes de Terror 2015 – Parte II

O Pipoca com Sangue continua com a sua lista relembrando alguns lançamentos de 2015. Aqui estão mais 10 títulos – entre centenas de obras realizadas mundo afora – com opções para todos os gostos. Opções essas que incluem uma diversidade de curiosidades.

retrospectiva-filmes-de-terror-2015-parte-ii-01

Entre os títulos relembrados agora estão um Live Action baseado na série de vídeo games Corpse Party, uma refilmagem de um clássico dirigido originalmente por Tobe Hooper, o capítulo final de uma franquia despretensiosa que se tornou ícone, e mais uma leva de filmes independentes de fora do circuito blockbuster.

Doce Lar / Sweet Home (Espanha/Polônia)

Direção: Rafa Martínez

Simon está de aniversário e sua namorada, Alicia, planeja um romântico jantar à luz de velas em um antigo prédio aparentemente abandonado. O que eles não sabem é que as suas vidas irão se cruzar com as de um grupo de extermínio, contratado especialmente pelo proprietário do local, para acabar com os últimos inquilinos remanescentes.

Corpse Party (Japão)

Direção: Masafumi Yamada

Última semana de aula na Tenjin Elementary School; são os momentos finais que celebraram o festival de despedida do Segundo Grau para vários alunos. Uma das estudantes decide evocar o ritual conhecido como Sachiko Para Sempre, para garantir a amizade eterna entre os ali presentes. Ritual que, se executado de maneira incorreta, pode custar a vida dos envolvidos.

Sun Choke (EUA)

Direção: Ben Cresciman

Após sofrer um surto psicótico Janie é isolada sob os cuidados de sua babá de longa data. Quando finalmente é autorizada a sair ocasionalmente de casa – como parte da sua recuperação – ela se vê envolvida em uma relação com uma jovem mulher, estranhamente invasiva. Esse triângulo entra em uma escalada de pavor que vai, aos poucos, consumindo esses relacionamentos.

Bring Back the Dead (Singapura)

Direção: Thean-jeen Lee

Desesperada para ter o seu filho de sete anos de idade de volta, após perdê-lo em um acidente, uma jovem mãe recorre a forças ocultas para reverter a sua morte e fazer com que a sua alma regresse. Porém uma série de incidentes, alguns fatais, revela que algo diferente foi trazido do além; algo que começa a ameaçar a sua vida e as daqueles ao seu redor.

Poltergeist (EUA/Canadá)

Direção: Gil Kenan

A família Bowen compra uma casa parte de um empreendimento que fora construído sobre um local sagrado, que logo cobra o seu real preço. A sua filha caçula desaparece estranhamente dentro da residência e eles têm que se unir para tê-la de volta, em uma batalha contra um terrível poltergeist que conhece muito bem os medos de cada um deles.

#Horror (EUA)

Direção: Tara Subkoff

Um grupo de pré-adolescentes abastadas, cercadas de roupas e joias caras, obras de arte e propriedades de luxo, participa de uma festa na casa de uma delas, celebrando uma nova fase escolar nas vidas de todas. Viciadas em seus aparelhos celulares elas começam um exótico jogo online que acaba despertando um estranho cyberbullying que resolve se apresentar offline.

Atividade Paranormal: Dimensão Fantasma / Paranormal Activity: The Ghost Dimension (EUA)

Direção: Gregory Plotkin

Ryan, Emily e sua pequena filha Leila recebem o irmão dele e uma amiga para o Natal. Ao montarem a decoração da casa adquirida há pouco tempo os irmãos descobrem uma antiga filmadora e uma caixa com fitas VHS. Explorando o conteúdo das gravações eles despertam estranhas forças que vêm assombrando o local, e seus antigos moradores, há pelo menos trinta anos.

Exorcistas do Vaticano / The Vatican Tapes (EUA)

Direção: Mark Neveldine

“Por que o Diabo escolhe uma pessoa e não outra?”, pergunta um padre. Os amigos que cercam a jovem Angela Holmes começam a ser estranhamente afetados pela sua presença, inclusive fatalmente. Uma suspeita de possessão leva a família dela a contatar o Vaticano e durante o ritual de exorcismo descobre-se uma força demoníaca que não ameaça somente a moça, mas toda a humanidade.

O Mensageiro / The Messenger (Inglaterra)

Direção: David Blair

Jack tem passado boa parte da sua jovem vida entrando e saindo de instituições que tentam curá-lo daquilo que se acredita ser uma disfunção social, quando na verdade o que ele possui é o dom de ver o que poucos podem ver. Dom que ele encara como praga, já que isso o transforma em condutor de mensagens de recém-falecidos aos seus entes queridos antes de finalmente descansarem.

A Casa em Pine Street / The House on Pine Street (EUA)

Direção: Aaron Keeling / Austin Keeling

De volta a sua terra natal sem desejar estar ali, Jennifer Branagan – grávida de sete meses – se vê em um turbilhão de sentimentos no seu tenso relacionamento com o seu marido e na sua desgastada relação com a sua mãe. Após estranhos fenômenos começaram a acontecer na casa que ela alugara, e sem que ninguém acredite nela, Jennifer começa a questionar a sua própria sanidade.

Confira também a primeira parte da nossa retrospectiva: Retrospectiva Filmes de Terror 2015 – Parte I

 

Sobre o Autor

Titi Gomez Já estive atendente de vídeo-locadora, ator, educador de uma creche, escritor, barman... Sou chegado em trecos DIY e tattoos... Go Vegan!

Deixe seu comentário